Tênis divinus montecar bordô | netshoes com melhor preço

Vendido e entregue por NetshoesFrete grátis acima de R$ 99,99

Ver o preço deste produto

Tempo restante para atualização de preço. Clique abaixo e obtenha maiores informações sobre o produto na loja Netshoes!

Realize a compra deste produto com total segurança diretamente na loja Netshoes.

Gostou? Compartilhe nas Redes Sociais!
Detalhes de tênis divinus montecar bordô | netshoes

Descrição

Descolado e cheio de estilo, o Tênis Divinus Montecar chega para modernizar o visual dos baixinhos. Seja para ir à escola ou para curtir o fim de semana, promete figurinos de atitude para os pequenos.

Não perca a oportunidade de comprar tênis divinus montecar bordô | netshoes pelo melhor preço!Compre agora diretamente na loja Netshoes com toda segurança

Quero ir à lojaComprar este produto


o coaching como estratégia contemporânea para a inovação

Estudos e pesquisas, segundo Fleury (1995), dizem que as alternativas tradicionais de desenvolvimento de executivos têm se mostrado inadequadas para atender às demandas atuais, em razão de seu ritmo, padronização, formalidade e tendência à teorização. Observa-se que na atualidade, a procura é por metodologias caracterizadas pela ênfase na ação e nos resultados, na customização, contextualização e brevidade dos processos de aprendizagem e desenvolvimento de novas competências, habilidades, conhecimentos e comportamentos (FLEURY, 1995, p. 57). Na busca por dar conta destas novas necessidades, têm-se diferentes estratégias de aperfeiçoamento executivo. Uma das alternativas que se destaca é o coaching empresarial. O coaching de executivos passa a ter uma significativa importância, auxiliando os líderes a alcançarem seus objetivos. A importância se dá pelo conhecimento deste coach, na implementação de estratégias que visem ao alcance dos objetivos propostos organizacionais. Killburg (2000) diz que o coaching de executivos é definido como a relação de ajuda entre o cliente, que têm autoridade e responsabilidade na organização (gerente, administrador), e o consultor (coach), que usa uma ampla variedade de métodos e técnicas da Abordagem do Comportamento, para ajudar o cliente a alcançar e identificar objetivos. Tal prática tem como finalidade melhorar a eficácia da organização como um todo. Tal prática resulta em efeitos que tendem a se multiplicar pela organização como um todo, provocando alterações estruturais, processuais, socioculturais e comportamentais nas pessoas e na empresa. A partir destas alterações, clarifica-se a integração dos esforços de todos na busca de resultados que só poderão ser alcançados coletivamente. Nos dizeres de Araújo (1999), o coaching se apresenta como uma prática alinhada às necessidades das corporações. A essência do coaching é ajudar o indivíduo a resolver seus problemas e a transformar o que aprendeu em resultados positivos para si e para a equipe a qual lidera. Dessa forma, seu aprendizado é ampliado para seu grupo de trabalho e, daí, para a coletividade organizacional (O’NEIL, 2001). Os números demonstram o crescimento do uso desta metodologia. Nos Estados Unidos, o coaching executivo cresceu 45% entre 2003 e 2006 (REIS, 2000). Esses dados mostram que as empresas estão utilizando estratégias de desenvolvimento que procuram gerar aprendizagem e desenvolvimento profissional no próprio local onde ocorrem as interações de trabalho, mesmo que se utilize de um especialista externo, garantindo a privacidade e o apoio ativo. Compreende-se que o coaching de executivos é o processo por meio do qual a capacidade e a eficiência dos líderes são incrementadas constantemente. Argyris & Schön (2000) destacam que são três os componentes essenciais do Coaching de executivos: a) Manter uma orientação voltada para resultados A organização precisa que ele se mantenha concentrado no que vai gerar resultados, serviços ou informações fundamentais para que a entidade atinja o sucesso. A tarefa do coaching, portanto, será de definir uma missão que acompanhe o impulso do líder por resultados.




novo aplicativo transforma celular em câmera de segurança

Gente, eu descobri um aplicativo que promete te ajudar com a segurança da sua casa. O app incrível é o Alfred, Home Security Surveillance IP Camera, que além de ser gratuito, funciona tanto no Android como no iOS.

Olha só que interessante, o recurso funciona como uma câmera de vigilância para fazer um monitoramento em tempo real do que acontece nos ambientes da casa. Na verdade, o aplicativo é sincronizado pela conta do Google com o seu celular, tá? Ah! E uma dica muito importante: para fazer esse processo, você precisa ter dois smartphones, ou seja, um aparelho livre para usar na casa como câmera e um para fazer o monitoramento, que pode ser aquele que você usa no dia a dia, ok? Dá uma olhadinha neste passo a passo que eu preparei pra você aprender a usar todos os recursos do app.




gestão de riscos em projetos

O que há de comum entre uma viagem para a Europa, para estudar idioma nas principais de línguas do mundo; o crédito da casa própria para dois recém-casados; o financiamento do tão sonhado primeiro carro, e; uma festinha para o primeiro aniversário de uma criança? A primeira coisa que, quase sempre, vem à mente é que todas as situações citadas se tratam de projetos. E está correto. Mas – e existe sempre um “mas” na história de qualquer projeto – sempre existe algo que pode dar errado. Sejam os perigos associados ao meio de transporte escolhido para a viagem – avião ou navio –, ou a dificuldade de se honrar todas as parcelas de um contrato de 30 anos para o financiamento imobiliário, ou ainda, a possibilidade de ser demitido do emprego na “metade do carnê” do automóvel, e a imprevisibilidade meteorológica que pode atrapalhar a montagem de uma cara decoração para a festinha das crianças, sempre há algo que pode comprometer todo o projeto – mesmo com probabilidades diferentes de ocorrência. A esse componente inesperado, imprevisível e indesejado damos o nome de Risco. Mas esse é o conceito tradicional. Do ponto de vista do projeto, o risco pode assumir um outro significado (DAMODARAN, 2007): No contexto da avaliação, a definição de risco é diferente e também mais ampla. O risco, do nosso ponto de vista, refere-se à probabilidade de obtermos um retorno de investimento que seja diferente do previsto. Assim, o risco inclui não só os maus resultados (aqueles inferiores ao previsto), mas também os bons resultados (aqueles superiores ao previsto).




o modelo de gestão por competências

Somos todos protagonistas e testemunhas de uma fantástica rapidez na evolução dos mais variados ramos do conhecimento humano, velocidade essa especialmente representada pelos contínuos aperfeiçoamentos e inovações nos campos científico e tecnológico. Inseridas nesse entremeado de realidades técnicas, econômicas e sociais em constante mudança encontram-se as pessoas, através de quem as coisas acontecem, e as organizações, que elas formam e de quem dependem. Nesse encontro, cuja sinergia sustenta a realização profissional das primeiras e é fator essencial de sobrevivência para as segundas, ressurge com grande força o papel do trabalho de equipe, da liderança e gestão participativas, exigindo dos modernos profissionais perfis nunca antes imaginados. As mudanças contextuais vêm instigando as organizações a realinharem suas práticas de gestão e suas estratégias para garantir sua participação na sociedade futura. A velocidade das mudanças, as exigências do cliente/usuário, o alto nível de complexidade no ambiente de trabalho, a necessidade de compatibilizar desempenho com objetivos organizacionais, a gestão do conhecimento, a administração da compatibilidade entre as gerações Y e I num cotidiano cada vez mais competitivo e com foco em resultados, exigem do profissional competências que vão além da execução de tarefas, o que faz com que a organização busque fortalecer a capacidade de aprender-reaprender de seu corpo de colaboradores. Diante disso, surge o modelo de Gestão de Pessoas por Competências, cuja vantagem, é que ele permite direcionar o foco, concentrar energias no que é necessário trabalhar para que a organização alcance os seus objetivos operacionais e estratégicos. De nada adianta elaborar uma lista extensa de capacidades necessárias se não conseguir dar destaque e desenvolver aquelas que poderão ter mais impacto nas necessidades reais da organização.


O que você encontra no QueroBarato!

Milhões de produtos das melhores lojas

Maiores lojas do Brasil são mais 100 opções

Centenas de Cupons com ótimos descontos

Informações atualizadas de todos os produtos

Quer receber novidades, cupons e ofertas exclusivas?

subir

Pesquise no QueroBarato! e compre diretamente nas maiores lojas do Brasil