Nautica classic eau de toilette náutica - perfume masculino 100ml com melhor preço

Vendido e entregue por Epoca CosmeticosFrete grátis para todo Brasil

9% OFF
Ver o preço deste produto

Tempo restante para atualização de preço. Clique abaixo e obtenha maiores informações sobre o produto na loja Epoca Cosmeticos!

Realize a compra deste produto com total segurança diretamente na loja Epoca Cosmeticos.

Gostou? Compartilhe nas Redes Sociais!
Detalhes de nautica classic eau de toilette náutica - perfume masculino 100ml

Nautica Classic é um perfume desenvolvido para o homem de estilo que equilibra sua vida com energia e paixão. Uma fragrância clássica inspirada na relação entre o homem e o mar. O homem forte, energético, equilibrado e apaixonado. Notas de Cabeça:limão , bergamota , lavanda , Accord verde orvalhado Notas de Coração: Frésia , Jasmim , Cravo, Lírio do Vale Notas de Fundo: Cedro , Musk , Sândalo , Baunilha, Âmbar , Musgo, Vetiver

Não perca a oportunidade de comprar nautica classic eau de toilette náutica - perfume masculino 100ml pelo melhor preço!Compre agora diretamente na loja Epoca Cosmeticos com toda segurança

Quero ir à lojaComprar este produto


utilizando o marketing pessoal

Causar boa impressão é consequência do comportamento correto no dia-a-dia, não só na maneira de trajar-se, mas em entrevistas com clientes, reuniões, almoços, ou jantares de negócios e no tratamento dos mais humildes assim como de superiores e hierárquicos. “Seja o que for que você possa fazer, ou sonhe fazer, comece. A ousadia envolve talento, poder e magia” (Goethe). Utilizando o Marketing Pessoal: Descobrir o talento para uni-lo à vocação. O talento habilita a pessoa a fazer alguma atividade física e, para tanto, ele deve estar num ramo que a satisfaça plenamente; • Atualizar o conhecimento de jornais, revistas, noticiários da televisão, livros, entre outros meios de comunicação; • Frequentar teatros, cinemas, galerias de arte, centros culturais. A cultura é imprescindível para a construção do conhecimento; • Desenvolver habilidades como ler e escrever bem; • Estar atento às atividades e aos compromissos marcados, entretanto o uso da agenda deve ser mantido; • Observar e manter o comportamento ético. A ética deve estar acima dos interesses pessoais para preservar a harmonia profissional e social; • Participar da vida social da sua comunidade, conhecer as pessoas e também se fazer reconhecido. • Persistir os objetivos deve ser um foco permanente. Pois a perseverança é o valor essencial para o profissional se manter ativo; • A eficiência consiste em fazer bem feito o que compete a cada tal qual a orientação recebida. Ela é um dos valores essenciais para se obter o sucesso, mas a eficácia consiste na obtenção de todos os resultados pretendidos pela eficiência, portanto, uma está interligada à outra; • Passar por cima do interesse financeiro pode ser fundamental em determinadas situações, pois o espírito de cidadania deve estar à cima desses objetivos; • Realizar o trabalho com prazer faz com que as relações sejam mais humanas e procedentes, criando um ambiente mais favorável ao atendimento; • Deixar o cliente à vontade para que ele se sinta bem, pois ele passará informações importantes para o seu trabalho, aumentando, assim suas chances de negociação; • Agir com amor para que os clientes sintam que está fazendo o trabalho prazerosamente, pois o amor é grande de energia que move a relação entre as pessoas;




produção versus consumo

No início do século XX, o desafio dos industriais era conseguir produzir quantidades suficientes para todas as pessoas que desejavam ter os produtos. Hoje, no entanto, as modernas técnicas de produção permitem produzir quantidades ilimitadas, e na verdade existe muito mais oferta de produtos do que demanda por eles. Em função disso, as técnicas de marketing e vendas se sofisticam cada vez mais: a guerra entre as empresas é pela preferência do consumidor, por ter o produto escolhido na hora da compra. Essa guerra para vender contribuiu cada vez mais para o consumo desenfreado: muitas pessoas compram, hoje, bem mais do que precisam, gastando mal seu dinheiro e precisando de cada vez mais recursos para viver. Além disso, o consumo acontece no mundo de maneira muito desequilibrada. Segundo pesquisa da organização internacional WorldWatch, 20% da população mundial, que habita principalmente os países ricos do hemisfério norte (Estados Unidos e Europa), consomem 80% dos recursos naturais e energia do planeta e produzem mais de 80% da poluição e da degradação dos ecossistemas. Enquanto isso, 80% da população mundial, que habita principalmente os países pobres do hemisfério sul, ficam com apenas 20% dos recursos naturais. Para reduzir essas disparidades sociais, permitindo aos habitantes dos países do hemisfério sul atingirem o mesmo padrão de consumo médio de um habitante do hemisfério norte (que alguns consideram um padrão bastante consumista), seriam necessários, pelo menos, mais dos planetas Terra. Isso mostra que chegamos ao limite do consumo e da produção e que não sabemos consumir bem. Cada vez mais se torna necessário educar as pessoas para o que se chama consumo consciente. Este consiste, entre outras coisas, em: • Comprar coisas realmente necessárias, em vez de se deixar levar por impulsos consumistas, adquirindo coisas supérfluas. • Procurar adquirir produtos de empresas socialmente responsáveis, que respeitem o meio ambiente em seus sistemas de produção e respeitem funcionários, clientes e demais envolvidos no processo.Depois de ler este texto reflita: a) Olhando à sua volta, você já pensou de quantos bens poderia abrir mão, sem muito sofrimento? b) Nas organizações de hoje, em que a capacidade de produção de bens é praticamente ilimitada, existem limites éticos, que deveriam cercear a guerra pelas vendas? c) O que o consumidor ganha com a forte concorrência entre as organizações? d) Conta a história que o filósofo grego Sócrates (470-399 a.C.) costumava dizer, na sua época, ao frequentar um mercado: “Estou apenas observando para ver quanta coisa existe que eu não preciso para ser feliz.” Você já experimentou se colocar a mesma questão? Responda as questões acima de acordo com sua experiência de vida. Depois desse texto reflexivo, vamos continuar com nossa proposta. Você viu que, por meio da Administração da Produção, as organizações transformam matérias-primas para dar origem a produtos ou prestam serviços especializados no mercado. Agora imagine se, numa empresa, cada coisa ficasse num lugar diferente a cada dia. Já pensou numa montadora de automóveis na qual os equipamentos ficassem em lugares diferentes a cada semana? E uma fábrica na qual os responsáveis pela matéria-prima se esquecessem de pedir novas entregas? A produção é como aquelas corridas em que um corredor passa o bastão ao outro: tudo precisa estar muito bem encadeado, com um ritmo e um lugar bem definidos. É assim que deve funcionar o ciclo logístico, caso haja falha em qualquer uma dessas etapas o trabalho pode ficar totalmente comprometido.




os critérios das empresas mudaram

É sabido que, numa realidade não muito distante, os critérios que o mercado de trabalho utilizava, para selecionar um candidato, levavam em conta somente a formação e a competência técnica. Esses, atualmente, mudaram, pois, avalia-se também como lidamos com nosso eu e com as outras pessoas; ou seja, avalia-se a Inteligência Interpessoal e Intrapessoal. Avaliam-se “as qualidades consideradas iniciativa e empatia, capacidade de adaptação e persuasão”. (GOLEMAN, 2001, p.15) Segundo Goleman, não se trata de algo passageiro; a opção por esses critérios é referenciada por estudos realizados em inúmeras pessoas, que trabalham nas mais diferentes atividades. Expõe ainda que, na atualidade, há uma valorização do que chama de habilidades portáteis, “aquelas que as pessoas podem utilizar em diferentes contextos profissionais”. (GOLEMAN, 2001, p.15) O que Goleman nomeia de Inteligência Emocional, por considerar que, na atualidade, há um entendimento mais conciso desse talento humano, é o que, por muito tempo, vem sendo tratado por alguns como: habilidades interpessoais. Esse autor enfatiza ainda que temos, na contemporaneidade, 25 anos de pesquisa; e “todas as conclusões apontam para o papel predominante da inteligência emocional na excelência no trabalho”. (GOLEMAN, 2001, p.15) Goleman ressalta que Inteligência Emocional não significa ser simpático e liberar sentimentos, ou seja, “botar tudo para fora”. Inteligência Emocional não é uma questão de gênero. As mulheres não possuem, necessariamente, maiores probabilidades de saberem lidar consigo e com os outros do que os homens e vice-versa. Cada ser humano, seja ele do sexo masculino ou feminino, tem seu perfil e seus pontos fortes e fracos. Através de uma pesquisa sobre Inteligência Interpessoal, realizada com milhares de homens e mulheres, chegou-se à seguinte conclusão: as mulheres são, em média, mais “atentas às suas emoções, empáticas e aptas ao relacionamento interpessoal”. Por outro lado, os homens “são mais autoconfiantes e otimistas, têm mais facilidade de adaptação e lidam melhor com o estresse”. (GOLEMAN, 2001, p.19) Agora, veremos as principais habilidades do ser humano: Capacidade de ouvir e de comunicação verbal. Adaptabilidade e respostas criativas a reveses e obstáculos. Gerenciamento de si mesmo; confiança; motivação para trabalhar rumo às metas; vontade de desenvolver uma carreira própria e orgulho de suas realizações. Eficácia em termos interpessoais e de grupo, cooperatividade e capacidade de trabalho em equipe, aptidão para negociar em situações de desacordo. Eficácia na organização, vontade de dar contribuições, potencial de liderança.




app ajuda deficientes visuais a evitar obstáculos na rua

Gente, como eu acho o máximo quando a tecnologia oferece uma solução criativa para que as pessoas possam se superar. O caso do app Aerial Object é um bom exemplo disso. Ele foi criado especialmente para prevenir que as pessoas com deficiência visual, esbarrem em obstáculos à altura de suas cabeças. Soluções tradicionais, como um cão-guia, por exemplo, falham às vezes neste aspecto, uma vez que não conseguem avisar ao seu dono do perigo à frente. O funcionamento do app desenvolvido na Espanha é bem engenhoso. A pessoa utiliza o smartphone como um cordão e ele vibra indicando galhos, tetos baixos e outros obstáculos. Para isso, ele utiliza, claro, as câmeras e mais os sensores de movimento tão comuns nestes gadgets para, assim, calcular a distância e velocidade da pessoa em relação ao obstáculo. Incrível, né? E ele tem ainda dois modos: um para dentro de casa e outro para áreas externas. O próximo passo agora é evoluir o app para ele funcionar no GoogleGlass e, claro, disponibilizar para o grande público. Estou esperando novidades para vir contar a vocês, tá! Aproveitando, me conte: você gostaria de ter um app para se superar em alguma dificuldade?


O que você encontra no QueroBarato!

Milhões de produtos das melhores lojas

Maiores lojas do Brasil são mais 100 opções

Centenas de Cupons com ótimos descontos

Informações atualizadas de todos os produtos

Quer receber novidades, cupons e ofertas exclusivas?

subir

Pesquise no QueroBarato! e compre diretamente nas maiores lojas do Brasil