Losanges eau de toilette christine darvin - perfume feminino 100ml com melhor preço

Vendido e entregue por Epoca CosmeticosFrete grátis para todo Brasil

14% OFF
Ver o preço deste produto

Tempo restante para atualização de preço. Clique abaixo e obtenha maiores informações sobre o produto na loja Epoca Cosmeticos!

Realize a compra deste produto com total segurança diretamente na loja Epoca Cosmeticos.

Gostou? Compartilhe nas Redes Sociais!
Detalhes de losanges eau de toilette christine darvin - perfume feminino 100ml

Fragrância levemente atalcada, exclusiva para mulheres especiais e sensuais. Realça a feminilidade ao sabor da combinação das notas de Groselha, Jasmim, Baunilha, Musk e Patchouli. Nota de cabeça: Groselha. Nota de coração: Muguet e Jasmim. Nota de fundo: Baunilha, Patchouli e Musk.

Não perca a oportunidade de comprar losanges eau de toilette christine darvin - perfume feminino 100ml pelo melhor preço!Compre agora diretamente na loja Epoca Cosmeticos com toda segurança

Quero ir à lojaComprar este produto


comportamento do administrador (gerente)

O autor inicia conceituando gerentes como agentes ou protagonistas do processo administrativo. Há organizações em que a autoridade/responsabilidade é dada a um indivíduo, em outras são dadas a grupos (autogeridos) criando assim outras formas de administração colegiadas, como por exemplo: Assembleias e os Conselhos. O mais antigo estudioso da gerência foi o historiador romano Plutarco que viveu entre os anos 46 e 120. Depois dele inúmeros outros, entre eles sete foram abordados nesse capítulo. O primeiro é Henry Fayol (1916) - com foco no processo administrativo. Ele acreditava que o trabalho do dirigente consistia em: 1) Tomar decisões; 2) Estabelecer metas; 3)Definir diretrizes e 4) Atribuir responsabilidade aos integrantes da organização, de modo que as atividades de - Planejar - Organizar - Comandar - Coordenar e Controlar estejam numa sequência lógica. Segundo Fayol para assegurar o desempenho satisfatório desse papel o administrador (prefiro esse termo ao de gerente - utilizado no passado - que parece definir mais uma função operacional) deve seguir 16 deveres e 14 princípios que devem ser seguidos para que a administração seja eficaz. São deveres do administrador: 1)Assegurar a cuidadosa preparação dos planos e sua rigorosa execução; 2) Cuidar para que a organização humana e material seja coerente com o objetivo, os recursos e os requisitos da empresa; 3) Estabelecer uma autoridade construtiva, competente, enérgica e única; 4) Harmonizar atividades e coordenar esforços; 5) Formular as decisões de forma simples, nítida e precisa. 6) Organizar a seleção eficiente do pessoal; 7) Definir claramente as obrigações; 8) Encorajar a iniciativa e o senso de responsabilidade; 9) Recompensar justa e adequadamente os serviços prestados; 10) Usar sanções contra faltas e erros; 11) Manter a disciplina; 12) Subordinar os interesses individuais ao interesse geral; 13) Manter a unidade de comando; 14) Supervisionar a ordem material e humana; 15) Ter tudo sob controle e 16) Combater o excesso de regulamentos, burocracia e papelada. Fayol foi o pioneiro no reconhecimento de que a administração deveria ser vista como função "separada" (grifo meu) das demais funções da empresa. Amaru cita nesse capítulo o "Princípio de Peter" que realça como um administrador pode ser incompetente ao se comportar e raciocinar como especialista, sem assumir seu papel e as responsabilidades de líder. Fayol deixa isso bem distinto: Função administrativa difere das atividades operacionais.Os 14 princípios de administração segundo Fayol são: 1) Divisão do trabalho; 2) Autoridade e Responsabilidade; 3) Disciplina; 4) Unidade de Comando; 5) Unidade de Direção; 6) Interesse Geral; 7) Remuneração do Pessoal; 8) Centralização; 9) Cadeia Escalar (Linha de Comando); 10) Ordem; 11) Equidade; 12) Estabilidade do Pessoal; 13) Iniciativa e 14) Espírito de Equipe. O Segundo estudioso citado foi Chester Barnard com foco nas funções do Executivo que virou um livro e foi publicado em 1938. Nesse livro, ele expõe ideias que se tornariam dominantes no estudo da administração nas décadas seguintes. Eficiência, eficácia, equilíbrio dinâmico com o ambiente externo e autogestão fazem parte dessas ideias sobre as organizações e os gerentes. Ele acrescenta que o direito de dar ordens e o poder de fazer-se obedecer não garantem que os subordinados comportem-se da maneira esperada pelos gerentes. A aceitação por parte dos subordinados é essencial para que a autoridade seja eficaz. A máxima manda quem pode e obedece quem tem juízo não é tão simples assim, nos dias de hoje, em ser aplicada pelo simples fato que é necessário que a "autoridade" seja reconhecida pelo subordinado que do contrário pode sabotar os processos de várias formas: lentidão, erros, etc. As funções do executivo, segundo Barnard, abrangem três responsabilidades principais: 1) Desenvolver e manter um sistema de comunicação com a organização informal, como estratégia para possibilitar a eficácia da organização formal; 2) Promover a formação e a manutenção de um sistema de recursos humanos, incluindo a motivação das pessoas, por meio de incentivos eficazes e 3) Formular e definir os propósitos, objetivos e fins da organização, o que inclui a doutrinação dos funcionários operacionais com os propósitos gerais e as grandes decisões, de modo que eles permaneçam coesos e capazes de tomar as decisões finais, que são detalhadas, de maneira coerente. O terceiro foi Herbert Simon com foco no processo decisório que, segundo ele, administrar é sinônimo de tomar decisões. Essencialmente, toda ação gerencial tem natureza decisória. Dessa forma dividiu esse processo em três fases: 1) Intelecção ou prospecção; 2) Concepção e 3) Decisão. Simon distingue dois tipos de decisões: Programadas - são repetitivas e tomadas unicamente. Hábito, rotinas, manuais de instruções e operações padronizadas são exemplos de tomar decisões programadas. Não-programadas - Necessário que os gerentes desenvolvam sua capacidade de julgamento, intuição e criatividade.




uma equipe eficaz

Uma equipe eficaz realiza suas atividades eficientemente, corrigindo falhas, enfrentando riscos e evitando prejuízos. Equipes eficazes, possuem as seguintes características:Metas e objetivosPossui metas e objetivos claros.Distribuição de responsabilidadesA responsabilidade para o cumprimento das metas é distribuída corretamente e justamente entre os membros da equipe.Avaliação constanteSão realizadas diversas avaliações em relação ao progresso da equipe referente às metas a serem atingidas.Diversidade de habilidadesA equipe possui integrantes com habilidades e experiências diferentes.RecursosA equipe possui recursos necessários para realizar seu trabalho.TamanhoSão equipes geralmente pequenas com menos de 10 pessoas.

Esta apresentação reflete a opinião pessoal do autor sobre o tema, podendo não refletir a posição oficial do Portal Educação.




o tão esperado moto x play já está no magazineluiza.com




mudança cultural no atendimento

Mudanças envolvem riscos e devem ser listados os prós e contras de toda decisão. A mudança em questão envolve como o operador vê seu trabalho e como percebe o mundo em relação a ele. A partir dessa analise, é capaz de orientar-se para o que precisa fazer para melhorar, entender o que será o melhor para sua carreira. Acompanhando algumas operações de atendimento, foi percebido que nas pesquisas de satisfação ao cliente um quesito bem avaliado é o excelente conhecimento técnico do operador, porém o quesito mais sofrível é em relação ao relacionamento interpessoal, a interação, empatia, capacidade de resistência à pressão e itens comportamentais. Chegamos à conclusão depois de inúmeros relatos e depoimentos que o operador precisa ser além da experiência em atendimento, precisa desenvolver uma capacidade de relacionamento interpessoal. É preciso que saiba não somente o que falar, mas como falar, como transmitir seu conhecimento, conforme palavras de um autor desconhecido, "Conhecimento não é aquilo que se sabe, mas o que faz com aquilo que se sabe". Nesse quesito, dependerá de sua atitude de como encara seus resultados, o feedback que recebe do seu cliente. O operador adequado ao que faz reconhece onde precisa melhorar e esforça-se por fazê-lo. Aceita as críticas como uma etapa que faz parte de seu aprendizado e crescimento profissional. Porém para enfrentar as mudanças é preciso flexibilidade para contar todos os aspectos, que mudança ocorre e perceber que o mais difícil não é transpor a mudança, mas como reagimos a ela. Flexibilidade para mudanças • Aceitar e acompanhar as mudanças (normas, processos, políticas etc.); • Aprender com o outro, coisas diferentes do que você faz; • Buscar formas diferentes de trabalhar para melhorar.


O que você encontra no QueroBarato!

Milhões de produtos das melhores lojas

Maiores lojas do Brasil são mais 100 opções

Centenas de Cupons com ótimos descontos

Informações atualizadas de todos os produtos

Quer receber novidades, cupons e ofertas exclusivas?

subir

Pesquise no QueroBarato! e compre diretamente nas maiores lojas do Brasil