SITE SEGURO Pesquise os produtos no QueroBarato! e compre diretamente nas maiores lojas do Brasil.

Disponível em Ponto Frio

Livro - Quase Memória em Ponto Frio

Vendido e entregue por Ponto Frio.

Tempo restante para atualização de preço e dados deste produto. Loja Ponto Frio!

Alfaguara publica romance clássico de Carlos Heitor Cony, primeiro autor brasileiro do selo de ficção literária da Objetiva

"Quase Memória é um livro comovente. Uma lição de afeto póstumo, de delicadeza, de simpatia." – Marcelo Coelho, Folha de São Paulo

Lançado originalmente em 1995, Quase Memória marcou a volta de Carlos Heitor Cony à ficção de forma consagradora, depois de mais de vinte anos afastado da literatura. A obra ganhou, em 1996, os prêmios Jabuti de Melhor Romance e de Livro do Ano, pela Câmara Brasileira do Livro.

Ponto alto na produção literária brasileira das últimas décadas, este romance explora o território entre a ficção e a memória a partir das reminiscências do autor sobre o pai morto. Nele, Cony mapeia minuciosamente a relação pai e filho: os sentimentos contraditórios, as alegrias e tristezas que não se esquecem, o afeto incondicional e, acima de tudo, a cumplicidade.

Tendo o Rio de Janeiro das décadas de 40 e 50 como cenário, a história começa quando o autor recebe um embrulho sem remetente na recepção de um hotel cujo restaurante costuma freqüentar. A primeira reação é achar que se trata do original de um livro, como muitos que costumam parar em suas mãos. Mas logo os detalhes o surpreendem: a letra no envelope é a do pai morto há dez anos, assim como o nó no barbante e a cor da tinta da caneta. Inconfundíveis. Aquele objeto inesperado desencadeia em Carlos Heitor Cony lembranças do pai (Ernesto, jornalista, como o filho viria a ser) e dos tempos de menino.

Ao ativar a memória do autor, o misterioso envelope traz de volta sensações e sentimentos experimentados com o pai, como o cheiro de manga, a capacidade de sonhar, de viver a vida com entusiasmo, a alegria pura da infância, que transforma o ato paterno de soltar balões em algo de proporções heróicas. Com grande sensibilidade e contundência, Cony revisita também os sentimentos contraditórios da relação entre pais e filhos: aqueles momentos em que se alternam vergonha e orgulho, medo e respeito.

Cony declarou em entrevista que, em Quase Memória, pensou em "evocar do passado distante a figura do pai. Com a perspectiva do tempo, a deformação do tempo, o metabolismo das coisas, eu descobri que o pai era uma figura muito importante não só na minha vida, mas por ele mesmo. E mais ainda, que eu hoje descubro o seguinte, que qualquer pessoa, você, eu, todos nós, se formos pensar na figura do pai, a gente vai dando descontos de sua personalidade, desconto dos episódios mal resolvidos, nós vemos que ele foi uma grande pessoa. O pai da gente é uma figura muito importante".

Encontrar semelhantes a Livro - Quase Memória

Nunca Fui A Garota Papo-firme Que O Roberto Falou

Vendido e entregue por Ponto Frio.

Este é um livro de palavras roubadas. A autora explica: algumas palavras deste livro foram deliberadamente roubadas. De Caetano Veloso, Marcelo Camelo, Luis Melodia, Sylvia Machete, Marisa Monte, Elis Regina, Vinicius de Moraes e tantos outros cantantes que bailam na minha opção randômica. E impedem que a vida caia na sua mais completa mediocridade.56 pequenos contos reunidos com o objetivo único de falar de amor. Ela conta, entre risos, que a ideia de escrever este livro surgiu quando ela assumiu que gosta de falar do que não se diz. Daí, virei uma profissional do amor".A gaúcha Cristiane Lisbôa é uma das escritoras mais promissoras de sua geração. Autora de Deles e quase o resto; Papel-manteiga para embrulhar segredos: cartas culinárias e Sylvia não sabe dançar ela agrada, sobretudo, pela maneira delicada com que encara a literatura. Quero contar histórias. Acho bonito, importante, valoroso, afinal a ficção existe para que possamos olhar a realidade pela fechadura, sem ninguém por perto. Quero que o leitor vá comigo espiar gente e sentimento por dentro, do avesso.Fernanda Takai é fã e escreveu um depoimento carinhoso: a primeira vez que abri um livro de Cristiane Lisbôa, uma bala me acertou de raspão. (...) Agora não sabia o que esperar. Deixei uma luzinha acesa apenas o suficiente para o foco das páginas.Cristiane finaliza explicando que este livro são pedacinhos desconexos de um espalhe que por querer, quebrei. Marca: MEMORIA VISUALMarca: MEMORIA VISUALMarca: MEMORIA VISUAL

Encontrar semelhantes a Nunca Fui A Garota Papo-firme Que O Roberto Falou

Escrita De Uma Memoria Que Nao Se Apaga - Envelhecimento E Velhice

Vendido e entregue por Ponto Frio.

Escrever no papel recebido da vida. Papel a ser dobrado, rasurado, reescrito... Papel que se transforma com as marcas da vida incrustadas em suas nervuras. O envelhecimento nos acompanha desde que nascemos e se escreve também por linhas incertas, quase invisíveis sobre as quais tantas vezes nos perdemos, mas não para, isso é certo! Escrevemos um mesmo livro com múltiplas versões e um final sempre incerto. A memória é uma escrita que caminha com a vida, habitando as lembranças, as escolhas, a imagem, o corpo, a sexualidade, o amor e outros afetos. Estamos sempre escrevendo, lendo, rememorando e traduzindo o que foi escrito sob a marca de um estilo: arranjos particulares na maneira de compor um texto com as "letras" recebidas. Sentir-se identificado com seu estilo é saber fisgar e escrever com a marca que é sempre própria. A velhice é a escrita desse singular. Marca: AUTENTICA

Encontrar semelhantes a Escrita De Uma Memoria Que Nao Se Apaga - Envelhecimento E Velhice

Discurso Citado E Memória: Ensaio Bakhtiniano Sobre Infância E São Bernardo

Vendido e entregue por Ponto Frio.

?O autor organiza com maturidade intelectual um diálogo entre Bakhtin e Graciliano Ramos. [?] Na primeira parte do livro o autor está mais voltado para questões teóricas vinculadas aos estudos linguísticos, na segunda parte, a partir da reflexão em torno do discurso citado, Castro rastreia ? nos romances Infância e São Bernardo duas obras de Graciliano narrados em primeira pessoa ? os modos como o autor alagoano dá voz às outras personagens. Ao trazer para suas análises a visão de polifonia bakhtinana, Castro faz emergir a perspectiva de que (quase) toda a narrativa, nos dois romances, encontra-se monopolizada pela visão do autor-narrador (Infância) e pelo narrador (São Bernardo). A partir das análises desses romances, Castro nos auxilia na observação das palavras do outro nas nossas próprias palavras e instiga promissoras discussões tanto na área de Estudos Linguísticos, quanto na área de Estudos Literários.? A partir do texto de orelha de Henrique Evaldo Janzen. Marca: ARGOSMarca: ARGOSMarca: ARGOS

Encontrar semelhantes a Discurso Citado E Memória: Ensaio Bakhtiniano Sobre Infância E São Bernardo

Livro - Cómo Desarrollar Una Memoria Portentosa Semana A Semana - Dominic O'brien

Vendido e entregue por Ponto Frio.

Este libro recoge un completo programa de entrenamiento mental elaborado por el ocho veces campeón del mundo de memoria Dominic O´Briden. Realiza semana a semana, las 52 sencillas lecciones de este curso y descubrirás hasta dónde puede llegar tu memoria.Este livro contém um programa de treinamento mental completo desenvolvido pelo campeão memória oito vezes mundo Dominic O'Briden. Faça de cada semana, as 52 lições simples deste curso e descobrir o quão longe você pode começar sua memória.

Encontrar semelhantes a Livro - Cómo Desarrollar Una Memoria Portentosa Semana A Semana - Dominic O'brien

Alho Por Alho, Dente Por Dente

Vendido e entregue por Ponto Frio.

Todas as pessoas já ouviram algum ditado popular ao longo da vida. A sabedoria do povo é mesmo certeira, construída com humor e poesia. A partir dessa ideia, André Moura e Henrique Rodrigues escreveram Alho por alho, dente por dente, que será lançado dia 29 de abril, no XIV Salão do Livro para Crianças e Jovens.Marca: MEMORIA VISUALMarca: MEMORIA VISUALMarca: MEMORIA VISUAL

Encontrar semelhantes a Alho Por Alho, Dente Por Dente

Livro - L&pm Pocket - Memória - Edição De Bolso - Jonathan K. Foster

Vendido e entregue por Ponto Frio.

A memória é essencial para quase tudo o que fazemos; sem ela não poderíamos, por exemplo, aprender a andar. Neste livro, Jonathan K. Foster, renomado pesquisador da área, apresenta as novidades nos campos da neurociência e da psicologia e o histórico do desenvolvimento das pesquisas científicas desde o final do século XIX. Lançando mão de casos verídicos e de citações da literatura e da filosofia, ele explica o funcionamento dos diferentes tipos de memória, o desenvolvimento da memória ao longo da vida de um indivíduo, a ocorrência de falhas e distúrbios, entre os quais o mal de Alzheimer, e ainda fornece dicas práticas de como melhorar e conservar essa faculdade, tão essencial à vida humana.

Encontrar semelhantes a Livro - L&pm Pocket - Memória - Edição De Bolso - Jonathan K. Foster

Livro - Jaguaribe Memoria Das Aguas - Luciano Maia

Vendido e entregue por Ponto Frio.

Poemas que têm como fio condutor o Rio Jaguaribe, quase como uma metáfora do homem do sertão. Em suas margens, habitava o menino Luciano Maia, hoje reconhecido poeta da Academia Cearense de Letras, autor de livros que transpuseram as fronteiras nacionais e alcançaram leitores em diferentes idiomas.Nas palavras do próprio autor, no prólogo do livro Jaguaribe- memória das águas (selo Escrituras): “às margens dos rios vivem os que buscam no rio a completude de um sonho ou simplesmente a sobrevivência de um modo ou de outro. As estrelas, piscando para as cintilações fluviais, são visitadoras longínquas desse mundo de bruxedos. A lua que grimpa as nascentes do Tejo inspira os poetas de lá. A que beija o azul do Volga dedilha balalaicas aos cossacos. O sol que lambe as vazantes dos rios sertanejos insulta os ribeirinhos do Nordeste brasileiro. O luar do Apodi clareia os sonhos dos nascidos no País do Jaguaribe.” “Poeta vivido e atravessado pelos diversos sopros do antigo e do novo, Luciano Maia, embora nordestinado, pouco refoge à tradição da lírica portuguesa, mas não é daqueles poetas brasileiros que, segundo Arnaldo Saraiva, ‘insistem nos temas e motivos tradicionais, que são também rilkianos, do amor, da solidão, da morte, da infância, das estações, dos frutos, mas sem os revalorizar mais do que no apuro métrico e rítmico e no brilhantismo imagístico. ’” (Rilke em Portugal e no Brasil, Ed. Árvore, Porto, 1984).” – do prefácio da 5ª edição, de Jorge Tufic.

Encontrar semelhantes a Livro - Jaguaribe Memoria Das Aguas - Luciano Maia

Livro - Memória E História - Minha Vida De Goleiro

Vendido e entregue por Ponto Frio.

Como sugere o título do livro, esta narrativa está centrada numa paixão que é a mesma de muitos meninos: o futebol. Luiz, o menino sem irmãos, espalhava na mesa da sala seus times de futebol de botão e, com a força da imaginação, representava todos os papéis necessários a uma grande partida. No início, queria ser centroavante, mas um dia descobriu que tinha vocação para goleiro. O livro conta essa passagem. E conta também como um pediatra quase aniquila a carreira de um promissor futebolista.Ao mesmo tempo, Luiz Schwarcz narra passagens da história de seus avós e seus pais, que, como tantas famílias judaicas, vieram para a América fugindo do nazismo. Ele explica esse entrelaçamento temático: Neste livro eles [os pais e avós] foram os meus jogadores de botão. Com a diferença de que eu não os comandava. Sua vida e a minha memória ditaram o ritmo do jogo.

Encontrar semelhantes a Livro - Memória E História - Minha Vida De Goleiro

Livro - Memória Falsa - Dan Krokos

Vendido e entregue por Ponto Frio.

Miranda acorda sozinha em um banco de praça, sem memória. Em pânico, percebe que sua presença é capaz de provocar terror nas pessoas ao redor, gerando o caos. Ela afeta a todos, exceto um garoto chamado Peter, que parece não se assustar. Sem escolha a não ser confiar nesse estranho, Miranda descobre que é parte de um grupo de adolescentes geneticamente modificados com habilidades de combate quase perfeitas. Ela foi treinada para ser uma implacável arma de destruição em massa. Mas o acerto de contas com sua vida anterior não será fácil – sobretudo com Noah, seu namorado, por quem Miranda não lembra estar apaixonada. Em meio ao turbilhão, Miranda descobre uma verdade assombrosa que pode salvar sua equipe. E quando o futuro está em risco, seu passado parece não mais importar.

Encontrar semelhantes a Livro - Memória Falsa - Dan Krokos

hoje é o dia do amigo no facebook

hoje é o dia do amigo no facebook

Gente, você viu que hoje é o aniversário de 12 anos da rede social mais popular do mundo, o Facebook?!



Olha, nesse pouco tempo de vida ele revolucionou não só a internet, mas também a maneira de enxergar o mundo. Hoje todo mundo fica sabendo de quase tudo pela linha do tempo, compartilha novidades, adiciona amigos e mantém contato com eles.
Olha só algumas curiosidades dessa história: você sabia, por exemplo, que em média os usuários da rede tem 338 amigos? Ou que hackers tentam invadir a rede social cerca de 600 mil vezes todos os dias? Outro fato impressionante é que ele bateu recorde de acesso via aplicativo mobile. Em 2014, foram mais de 1 bilhão de acessos através de dispositivos móveis!
Ah, mas voltando a falar sobre o aniversário, veja o que eles fizeram pra comemorar: é só clicar nesse link facebook.com/friendsday que vai aparecer um vídeo que a rede social fez especialmente pro que está sendo chamado por lá de “Dia do Amigo”. Nele vai aparecer a foto de alguns de seus melhores amigos e também imagens dos melhores momentos que vocês passaram juntos. Demais, né?  
Ah, e olha que legal, dá pra editar o vídeo e substituir as fotos. Assim, ninguém precisa ficar bravo porque ficou de fora, não é mesmo ?
Então o que você está esperando pra ver quem está no seu vídeo e marcar seus amigos? Ah, e me conta aqui quem é a sua turma e quais são seus melhores amigos que eu vou adorar saber!

Marcas que estão no QueroBarato