Calça color coordenado power stretch lima - 38 com melhor preço

Vendido e entregue por Calvin KleinFrete Grátis nas compras acima de R$ 200,00

30% OFF
Ver o preço deste produto

Tempo restante para atualização de preço. Clique abaixo e obtenha maiores informações sobre o produto na loja Calvin Klein!

Realize a compra deste produto com total segurança diretamente na loja Calvin Klein.

Gostou? Compartilhe nas Redes Sociais!
Detalhes de calça color coordenado power stretch lima - 38

Especificações

Especificações
 CinturaQuadrilCoxaGancho DianteiroGancho TraseiroEntrepernasComp.

Boca
  
3431cm41cm24cm21cm33cm83cm107cm13cm
3632cm42cm25cm22cm34cm84cm108cm13cm
3833cm42cm25cm23cm35cm84cm108cm13cm
4034cm45cm25cm24cm37cm84cm108cm13cm
4237cm47cm27cm24cm37cm84cm110cm13cm
4441cm50cm28cm28cm37cm85cm112cm13cm

Não perca a oportunidade de comprar calça color coordenado power stretch lima - 38 pelo melhor preço!Compre agora diretamente na loja Calvin Klein com toda segurança

Quero ir à lojaComprar este produto


teoria da burocracia - gestão pública

Essa teoria dá ênfase à organização sólida e abrangente, que serviu e continua servindo de orientação para o trabalho do administrador. Conforme descrito por Weber, existem três tipos de sociedade, que devem ser administradas, conforme pode ser observado a seguir:Sociedade tradicional: É a sociedade natural, que provém do próprio ambiente em que a pessoa está inserida. Pode ser proveniente de vínculo sanguíneo ou dependência patrimonial. Como a família, os patriarcas, senhores feudais e monarcas absolutistas. Assim, o poder é herdado ou delegado e aceito pela sociedade, com base na tradição, usos e costumes do povo.Sociedade carismática: É aquela em que voluntariamente o indivíduo resolve ingressar, motivado por ideologias. Como a Igreja e partidos políticos. O poder é estabelecido com base no carisma (poder de influência) e aceito pela população pelas virtudes da liderança. Sociedade burocrática: Defendida por Weber como sendo a ideal. Onde as regras são impessoais e estão centradas em normas e processos e não nas pessoas. Por isso são mais racionais e menos pessoais. O poder é impessoal e estabelecido em normas formais e aceito pela população por ser justa, baseadas em critérios técnicos previamente estabelecidos. (FONTE: Weber,1920). Weber identifica ainda três fatores principais que favorecem o desenvolvimento da burocracia moderna, conforme destaca Chiavenato (2003, p. 262):1.O desenvolvimento de uma economia monetária: a moeda não apenas facilita, mas racionaliza as transações econômicas. Na burocracia, a moeda assume o lugar da remuneração em espécie para os funcionários, permitindo a centralização da autoridade e o fortalecimento da administração burocrática.2.O crescimento quantitativo e qualitativo das tarefas administrativas do estadomoderno: apenas um tipo burocrático de organização poderia arcar com a enorme complexidade e tamanho de tais tarefas.3.A superioridade técnica – em termos de eficiência – do tipo burocrático de administração: serviu como uma força autônoma interna para impor sua prevalência. A razão decisiva da superioridade da organização burocrática sempre foi unicamente sua superioridade técnica sobre qualquer outra forma de organização. 4.O desenvolvimento de uma economia monetária: a moeda não apenas facilita, mas racionaliza as transações econômicas. Na burocracia, a moeda assume o lugar da remuneração em espécie para os funcionários, permitindo a centralização da autoridade e o fortalecimento da administração burocrática.5.O crescimento quantitativo e qualitativo das tarefas administrativas do estadomoderno: apenas um tipo burocrático de organização poderia arcar com a enorme complexidade e tamanho de tais tarefas.6.A superioridade técnica – em termos de eficiência – do tipo burocrático de administração: serviu como uma força autônoma interna para impor sua prevalência. A razão decisiva da superioridade da organização burocrática sempre foi unicamente sua superioridade técnica sobre qualquer outra forma de organização.




processos do grupo monitoramento e controle

Esse processo é realizado durante todo o projeto, desde a iniciação até o seu encerramento. Almeida (2008), Secretário de Planejamento e Investimentos Estratégicos, do Ministério do Planejamento reflete o pensamento dessa área de conhecimento no contexto do serviço público com relação ao monitoramento da execução das prioridades de Governo e dos riscos associados às políticas e programas. As prioridades de governo são a principal referência e foco do monitoramento da ação governamental no âmbito da gestão do Plano Plurianual (PPA). O monitoramento verifica a adequação da alocação de recursos nos orçamentos de modo a viabilizar a consecução das prioridades e a sua alocação territorial. O monitoramento será base da gestão de riscos das políticas e programas indicando e avaliando as consequências da entrega de produtos e/ou da não obtenção dos resultados esperados; o monitoramento e a gestão de riscos visam a subsidiar a adoção de medidas corretivas tempestivamente. Compete, portanto, ao gestor o controle dos fatores que poderiam dificultar o controle integrado de mudanças de forma que somente as aprovadas por ele sejam implementadas. O processo de monitoramento e controle do trabalho do projeto consiste em coletar, medir e disseminar informações sobre o desempenho, avaliar as medições e as tendências para efetuar melhorias no processo. Inclui, ainda, atividades de gestão sobre o monitoramento de riscos para garantir que sejam identificados no início, que o andamento seja relatado e que planos de risco estejam sendo executados. Tal monitoramento inclui emissão de relatórios de andamento, medição do progresso e previsão. Outra ação do gestor é verificar o escopo do projeto, que implica na formalização da aceitação das entregas ou partes terminadas do projeto. Os custos também devem ser objeto de controle por parte do gestor, pois, tal processo influencia os fatores que criam as variações e controla as mudanças no orçamento do projeto. Para Carneiro (2006), no serviço público, o monitoramento e o controle têm características contábeis e fiscais próprias, há necessidade de fazer acontecer o orçamento. O autor realça alguns problemas de não contabilização de custos internos (mão de obra, instalações, etc.), pois, geralmente, é restrito ao controle de custos com aquisições. Outra importante atividade de gestão: A realização do controle da qualidade através do monitoramento dos resultados específicos do projeto a fim de determinar se eles estão de acordo com os padrões relevantes de qualidade, assim como identificar maneiras de eliminar as causas de um desempenho insatisfatório. No processo de monitoramento e controle, compete ao gestor avaliar o desempenho do andamento das atividades, neste aspecto coletam-se e distribuem informações sobre o desempenho. Isso inclui relatório de andamento, medição do progresso e previsão. Com relação ao monitoramento e controle dos riscos, cabe ao gestor acompanhar aqueles que são identificados, monitorar os residuais, identificar novos riscos, executar planos de respostas a riscos e avaliar sua eficiência durante todo o ciclo de vida do projeto. Por fim, há necessidade de administrar as aquisições de materiais. Este é o processo necessário para gerenciar o contrato e a relação entre o comprador e o fornecedor, analisar e documentar o desempenho atual ou passado de um fornecedor e, quando adequado, gerenciar a relação contratual com o comprador externo do projeto.




a organização da administração

Na administração, a estrutura organizacional é a área mais antiga e a que tem sido mais profundamente estudada, analisada, hoje a mesma apresenta novas necessidades, pois os tempos mudam a tecnologia está aí para comprovar, novas concepções estruturais estão surgindo: a equipe da força tarefa; a descentralização simulada; a estrutura sistêmica. Sabemos que a organização não se inicia a partir da estrutura, mas sim dos blocos de montagem. Não há uma concepção correta ou universal; cada entidade vai estruturando suas atividades básicas de forma adequada à sua missão e às suas estratégias. Três tipos de trabalho – o trabalho operacional, o trabalho inovador e o trabalho da alta administração – precisam ser alocados debaixo do mesmo teto organizacional. A estrutura das organizações precisa concentrar-se tanto nas tarefas como nas pessoas, e possuir dois eixos: o da autoridade e responsabilidade. Veja os conceitos abaixo:Autoridade Direito de receber satisfações, direito de autorizar, em outras palavras poderiamos dizer que autoridade é: é um gênero ou uma simples fonte de poder de comando. É a base de qualquer tipo de organização hierarquizada (normalmente de cima para baixo), sobretudo no sistema político. Reflete muito a organização linear, ou seja, o subordinado deve prestar contas ao seu superior direto. A autoridade transmite a mensagem de ordem sem dar razões ou algum argumento de justificação e os indivíduos subordinados a esta autoridade aceitam e obedecem sem perguntar, sabemos que nos dias de hoje o que prevalece é o diálogo, a autoridade não é exercida como antigamente, chefes, encarregados e subordinados, tem que ter uma relação harmoniosa para que os objetivos sejam atingidos.Responsabilidade Ato de cumprir as obrigações com pontualidade, cumprir os prazos, chegar no horário, ter o local de trabalho limpo e organizado, podemos definir também da seguinte forma: Obrigação geral de responder pelas conseqüências dos próprios atos ou pelas dos outros. (Dicionário Michaelis). Ser responsável é a obrigação de qualquer cidadão para uma vida saudável em sociedade, portanto ser responsável não é virtude e sim obrigação. Podemos dizer que a autoridade e responsabilidade se completa poís quem tem autoridade tem o direito de receber a responsabilidade de seus subordinados. Empresas que contam com craques em seus quadros também conseguem vitórias no mercado, no clima organizacional e nas relações junto aos diversos setores da sociedade (comunidades vizinhas, imprensa, fornecedores, governo entre outros).




recursos instrucionais

Recursos Instrucionais são todos os recursos que podem ser utilizados para garantir um eficiente processo de ensino-aprendizagem. São instrumentos utilizados para despertar o interesse, a motivação e dar suporte ao profissional de treinamento. Podem ser usados diferentes recursos em uma única ação de treinamento, o que irá definir quais recursos utilizar, é o objetivo do treinamento e o público alvo. Como estamos direcionados para o desenvolvimento de talentos através de treinamento, cabe ao profissional avaliar quais recursos seriam adequados aos objetivos traçados junto à área cliente, lembrando-se sempre que estamos lidando com adultos e que a metodologia a ser utilizada precisa estar vinculada ao aprender fazendo para despertar o interesse e a motivação pela aprendizagem. Algumas estratégias adotadas podem ser responsáveis pelo sucesso ou fracasso de uma ação de treinamento, vamos comentar algumas, sabendo que existem várias outras: • Dentro ou fora da empresa? Sempre que possível, procure orçar e realizar os programas fora da empresa. Quando realizado internamente é possível que os participantes se ausentem com maior frequência, interrupções são mais constantes e na maioria das vezes o objetivo é atingido parcialmente. • Como escolher o tipo de sala? Sempre faça uma visita prévia a sala onde acontecerá o treinamento, verifique se o tamanho é adequado ao número de participantes e se o espaço permite a realização de todas as atividades previstas. Em alguns casos é necessário, também salas de menores, chamadas salas de apoio que pode ser utilizadas tanto para guardar materiais, como para dividir os grupos em trabalhos mais isolados. Preste atenção se a sala possui isolamento acústico adequado, tomadas necessárias para todos os equipamentos, se fica perto de ambientes que possam atrapalhar como por exemplo cozinha... Verifique os banheiros.. E ainda, se os participantes estarão confortáveis durante todo o período do treinamento; • Todas as ações precisam ser em uma sala fechada? Não há motivo para acreditar nesta afirmação, principalmente quando estamos treinando adultos. Pense de forma criativa, escolhendo os locais apropriados para o tema em questão. Por exemplo programas com foco em equipe podem ser desenvolvido ao ar livre, em matas, etc. • Equipamentos? Sempre verifique antecipadamente o funcionamento de todos os equipamentos como projetores, computadores, softwares, monitores, som, DVD, tela, tomadas, comprimento dos fios. Chegue cedo e faça nova verificação, esteja preparado para realizar mudanças caso algo dê errado, tenha um ‘Kit de emergência”: fita isolante, extensão... • Atrasar? Jamais. Nunca chegue atrasado para uma ação de treinamento. No mínimo chegue 45 minutos antes do horário marcado, prepare o ambiente, os materiais e concentre-se. • Uso de microfones? Nunca esqueça o microfone ligado antes de sair da sala, pois, caso o faça, todos estarão ouvindo o que você diz e faz. Se por acaso acontecer, use o humor para se sair bem. • Um dos arquivos não abre? Tenha sempre mais de um backup.


O que você encontra no QueroBarato!

Milhões de produtos das melhores lojas

Maiores lojas do Brasil são mais 100 opções

Centenas de Cupons com ótimos descontos

Informações atualizadas de todos os produtos

Quer receber novidades, cupons e ofertas exclusivas?

subir

Pesquise no QueroBarato! e compre diretamente nas maiores lojas do Brasil