Smartphone samsung g313 galaxy ace 4 lite duos, desbloqueado dual 4gb 3mp 4' - branco - único com melhor preço

Vendido e entregue por C&A

Ver o preço deste produto

Tempo restante para atualização de preço. Clique abaixo e obtenha maiores informações sobre o produto na loja C&A!

Realize a compra deste produto com total segurança diretamente na loja C&A.

Gostou? Compartilhe nas Redes Sociais!


terceirização - logística empresarial

terceirização - logística empresarial

A logística de uma empresa pode ser realizada por sua própria equipe de colaboradores ou por outra empresa contratada para essa finalidade. É o que conhecemos como Serviços Terceirizados. Nesse sentido, há diversas empresas que atuam somente nesse ramo de atividade, aperfeiçoando todo o processo de logística e garantindo o sucesso na distribuição das empresas contratantes. Como as empresas estão cada vez mais terceirizando suas atividades relacionadas à distribuição, o foco passa a ser as atividades produtivas e comerciais.Vantagens na terceirização de serviços de logística - Redução dos custos com o aproveitamento dos efeitos de escala do prestador de serviços; - Transformação de custos fixos em custos variáveis; - Controle mais simplificado dos custos e dos trabalhos logísticos; - Aproveitamento do conhecimento de logística dos prestadores de serviços; - Concentração da empresa em outras atividades como produção e comercialização; - Aumento na qualidade do serviço prestado aos clientes; - Simplificação nos processos internos da empresa. Um fator muito importante a ser observado na contratação do serviço de logística terceirizado é a escolha do parceiro, bem como a elaboração do contrato. A futura troca do prestador de serviços pode elevar os custos gerar descontentamentos nas empresas relacionadas. Além disso, a empresa pode ainda passar por um período de dependência do prestador de serviços, com queda na qualidade dos serviços que será refletida diretamente nos negócios da empresa vendedora e, consequentemente, gerando insatisfação do consumidor final.




ação revisional de aluguéis

ação revisional de aluguéis

Art. 68. Na ação revisional de aluguel, que terá o rito sumário, observar-se-á o seguinte: I - além dos requisitos exigidos pelos arts. 276 e 282 do Código de Processo Civil, a petição inicial deverá indicar o valor do aluguel cuja fixação é pretendida; II - ao designar a audiência de conciliação, o juiz, se houver pedido e com base nos elementos fornecidos tanto pelo locador como pelo locatário, ou nos que indicar, fixará aluguel provisório, que será devido desde a citação, nos seguintes moldes: a) em ação proposta pelo locador, o aluguel provisório não poderá ser excedente a 80% (oitenta por cento) do pedido; b) em ação proposta pelo locatário, o aluguel provisório não poderá ser inferior a 80% (oitenta por cento) do aluguel vigente. III - sem prejuízo da contestação e até a audiência, o réu poderá pedir seja revisto o aluguel provisório, fornecendo os elementos para tanto; IV - na audiência de conciliação, apresentada a contestação, que deverá conter contraproposta se houver discordância quanto ao valor pretendido, o juiz tentará a conciliação e, não sendo esta possível, determinará a realização de perícia, se necessária, designando, desde logo, audiência de instrução e julgamento; V - o pedido de revisão previsto no inciso III deste artigo interrompe o prazo para interposição de recurso contra a decisão que fixar o aluguel provisório. §1° Não caberá ação revisional na pendência de prazo para desocupação do imóvel (arts. 46, parágrafo 2° e 57), ou quando tenha sido este estipulado amigável ou judicialmente. § 2° No curso da ação de revisão, o aluguel provisório será reajustado na periodicidade pactuada ou na fixada em lei.




cliente oculto

cliente oculto

Muitas empresas expõem em seus valores com foco no cliente, e o que se lê a respeito é, por exemplo, “O cliente tem sempre a razão”, “Respeitar e satisfazer as necessidades dos clientes”, “Conhecer os nossos clientes e conquistar novos” e etc... Mas será que isso realmente acontece? O que ocorre é que nem sempre elas dão importância para a maneira, pessoas e procedimentos utilizados na gestão de relacionamentos ao cliente. Algumas vezes o sentimento deixado por algumas organizações é que estamos pedindo favor ao comprarmos algum produto ou serviço. Será que isso ocorre por que não somos clientes especiais? Verdade, não somos clientes especiais. Mas o que nos torna clientes especiais? Seria o fato de comprarmos muito ou pouco deste produto ou daquele serviço? Já que não somos considerados clientes especiais, a mensagem que fica é que somos menos especiais, ou no mínimo fazemos parte de um grupo de clientes de menor importância. O que pode haver são clientes diferentes, com necessidades diferentes e que gastam mais ou menos do que outros num determinado momento, pois quem compra pouco hoje pode vir a comprar muito amanhã. Ao encontro do exemplo anterior, apesar de apresentarem alguma melhoria, muitas empresas com serviços de Call Center, deixam a desejar em sua presteza não atendendo no tempo adequado. Constantemente nos deixam ouvindo aquela musiquinha desagradável e nos transferem para diferentes setores cujos atendentes não sabem do que se trata nos obrigando a expor nossas dúvidas ou solicitações inúmeras vezes. A dificuldade da acessibilidade faz com que as empresas percam a oportunidade de avaliar, entender e conhecer os desejos, motivos e interesses dos seus clientes e descobrir como e quando eles julgam o seu produto, serviço ou o seu atendimento. A falta de habilidade no cumprimento do que se foi prometido nos valores empresariais não ajuda na construção da confiabilidade e credibilidade de algumas organizações que passam a não valorizar de maneira adequada àqueles que são a razão de sua existência, no caso o cliente, pois são eles os principais agentes que oferecem a oportunidade do negócio se sustentar.




o que é marketing de relacionamento?

o que é marketing de relacionamento?

O Marketing de Relacionamento é o processo contínuo de identificação e criação de novos valores com clientes individuais e o compartilhamento de seus benefícios durante uma vida toda de parceria. Isso envolve a compreensão, a concentração e a administração de uma contínua colaboração entre fornecedores e clientes selecionados para a criação e o compartilhamento de valores por meio de interdependência e alinhamento organizacional. O marketing de relacionamento deriva dos princípios do marketing tradicional, ainda que seja bem diferente. O marketing pode ser definido como processo de identificação e satisfação das necessidades do cliente de um modo competitivamente superior de forma a atingir os objetivos da organização. A partir daí, ele se desenvolve, porém, possuindo seis dimensões que o diferencia materialmente das definições históricas de marketing. O marketing de relacionamento: • Procura criar novo valor para os clientes e compartilhar esse valor entre o produtor e o consumidor; • Reconhece o valor fundamental que os clientes individuais têm não apenas como compradores, mas na definição do valor que desejam; • Exige que uma empresa, em consequência de sua estratégia de marketing e de seu foco sobre o cliente, planeje e alinhe seus processos de negócios, suas comunicações, sua tecnologia e seu pessoal para manter o valor que o cliente individual deseje; • É um esforço contínuo e colaborativo entre o comprador e o vendedor; • Reconhece o valor dos clientes por seu período de vida de consumo, assim o marketing de relacionamento procura unir progressivamente a empresa aos clientes; • Procura construir uma cadeia de relacionamentos dentro da organização para criar o valor desejado pelos clientes. Uma característica importante do marketing de relacionamento é que não é uma iniciativa do tipo tudo ou nada. Ela deve ser iniciada com poucos clientes e, à medida que a cultura vai sendo assimilada pela empresa e os resultados vão aparecendo, avança-se de forma lenta e gradual até chegar ao ponto onde não é mais possível justificar os investimentos em novas iniciativas de marketing. Quando o foco está no cliente, cada cliente é único. Dessa forma, toda a comunicação é individual e bidirecional (Peppers & Rogers, 2000a). Aprende-se com cada um dos clientes, através de seu “feedback”, do diálogo. Na realidade, o diálogo é incentivado de forma que a empresa possa conhecer as necessidades particulares de cada um de seus clientes, com o objetivo de desenvolver serviços e produtos personalizados. Nesse tipo de empresa, o sucesso é medido não simplesmente pela venda de produtos ou serviços, e sim pelo desenvolvimento e retenção dos melhores clientes. Para a empresa com foco no cliente, a participação de mercado é secundária à participação no cliente. Na busca pela participação no mercado, à empresa concentra-se em atender uma necessidade específica de um grupo muito grande de clientes. Dessa forma, através de um produto único que visa satisfazer essa necessidade, atinge-se todo o mercado de massa. Como os clientes têm muitas opções, a luta das empresas pela participação no mercado é intensa e a principal arma é a redução de preços. A corrosão das margens é inevitável e nada de valor se entrega ao cliente além, é claro, do produto. Na busca de participação no cliente, o objetivo é identificar outras necessidades nos clientes de maior valor e potencial, relacionadas ou não à necessidade básica que os levou a fazer negócios como à empresa. O objetivo é ampliar o número de necessidades para os quais se fornecem produtos e serviços. Quanto maior o número de necessidades, maior a conveniência de o cliente continuar com a empresa. Para se descobrir esse conjunto ampliado de necessidades a empresa precisa incentivar o diálogo com o cliente. Com os seus melhores clientes, a empresa necessita desenvolver a chamada “Relação de Aprendizado”. Nessa relação, o cliente participa ativamente com reclamações, sugestões e “feedback”. Com isso a empresa consegue conduzir suas ações de acordo com as necessidades dos clientes, respondendo essas necessidades e muitas vezes antecipando novas necessidades.


O que você encontra no QueroBarato!

Milhões de produtos das melhores lojas

Maiores lojas do Brasil são mais 100 opções

Centenas de Cupons com ótimos descontos

Informações atualizadas de todos os produtos

Quer receber novidades, cupons e ofertas exclusivas?

subir

Pesquise no QueroBarato! e compre diretamente nas maiores lojas do Brasil