Short puma running 3 pol. com melhor preço

Vendido e entregue por NetshoesFrete grátis acima de R$ 99,99

100% OFF

Preço Especial

Este produto possui condições especiais, clique no botão abaixo e confira o preço diretamente na loja Netshoes

Comprar Produto ir para loja agora!

Realize a compra deste produto com total segurança diretamente na loja Netshoes.

Gostou? Compartilhe nas Redes Sociais!
Detalhes de short puma running 3 pol.

Com o Short Puma Running 3 pol. Pink você ganha a confiança que precisa em suas atividades físicas. Correr ou caminhar com conforto é sinônimo de um melhor desempenho e melhora em suas habilidades. | Netshoes

Não perca a oportunidade de comprar short puma running 3 pol. pelo melhor preço!Compre agora diretamente na loja Netshoes com toda segurança

Quero ir à lojaComprar este produto


a administração no contexto desfavorável

a administração no contexto desfavorável

Normalmente, esperamos que o ambiente em que atuamos, seja como gestores, como administradores, ou ainda como empreendedores, seja, sempre, o mais favorável. Buscamos por meio de experiências e conhecimentos, tornar o ambiente em que atuamos aquele que favoreça nossos intuitos e expectativas. Entretanto, nem sempre o ambiente se apresenta da maneira mais satisfatória, tornando-se desfavorável para a empresa, para o gestor, para o administrador, ou para o empreendedor. Acreditamos, então, que o momento não poderia ser mais oportuno, para colocar esse assunto em discussão, pois o cenário de nosso país não tem sido dos melhores. Em primeiro lugar, muito a contragosto, somos forçados a manifestar que precisamos ter em mente que o cenário em que atuam empresas e administradores vem se transformando radicalmente nos últimos anos, nem sempre sendo favorável à atividade. No passado, apenas algumas empresas (normalmente as de grande porte) consideravam prioritário ter um Plano de Administração para tais situações. Hoje, não são apenas os acidentes de porte ou situações inusitadas que podem provocar sérios prejuízos às Organizações. Os avanços tecnológicos têm resultado em alterações significativas para as empresas e para os consumidores. Muitas empresas, todavia, desconhecem esse novo cenário, que gera um ambiente totalmente desfavorável ao desenvolvimento de suas atividades. Diversos fatores podem influenciar um ambiente desfavorável, como questões ambientais, problemas trabalhistas ou, até mesmo, pela maneira como é efetuada a Gestão do Negócio. Toda ação que pode causar impacto ou interferir na harmonia ou nos interesses da organização com seus clientes, fornecedores e concorrentes, gera um ambiente desfavorável, que chamamos de "Crise". O mercado avança vertiginosamente, exige mudanças e atitudes apropriadas à nova realidade. É fácil deduzir que nenhuma empresa está livre de passar por um processo como esse. A crise pode causar impacto em qualquer área do empreendimento, principalmente nas áreas extremamente vulneráveis ao desenvolvimento do negócio. O empresário tem, à sua frente, uma variedade de atitudes e ações que pode adotar; dentre elas, destacamos: a) Ignorar o problema; b) Traçar um Plano de Ação para utilizar no momento em que a crise for detectada (que pode ser tarde demais); c) Tomar a dianteira adotando medidas de prevenção e correção. É óbvio que tomar a dianteira é considerada como uma atitude correta, mas dificilmente empresários e organizações têm coragem de encampá-la. Particularmente, defendemos, sempre, a vantagem da antecipação, que permite que a empresa assuma, de uma maneira ou de outra, o controle da situação. A iniciativa pode ser considerada como a chave para a solução do problema, vencendo o ambiente que se apresenta desfavorável. Para tanto, é necessário saber a extensão do problema. Qual a segmentação do público que deve ser atingida? Quais as medidas que podem ser adotadas? Quais os investimentos que serão necessários para a solução? Fatos semelhantes já ocorreram no passado?




cursos gestão hospitalar - humanização na administração de vidas

cursos gestão hospitalar - humanização na administração de vidas

Importante lembrar que toda instituição que tem como missão em favor do ser humano, deverá preocupar-se permanentemente com a melhoria da qualidade de sua gestão e assistência, gerindo uma integração harmônica de todas as áreas, como as médicas, tecnológicas, administrativas, econômicas, assistencial. Nos processos de gestão, atingir a eficiência e a eficácia somente terá um sentido maior, quando a atenção for voltada ao paciente e na melhor forma de atendê-lo, valorizando-o e acima de tudo, capacitando pessoas, para que cada vez mais seja humanizada no atendimento. Durante anos o profissional de Administração foi quem gerenciou as unidades hospitalares. Sabemos que o médico é imprescindível na instituição de saúde, pois é este profissional que promove as relações humanas, mas as instituições observaram que faltava o profissional com a técnica administrativa para o bom desempenho das instituições hospitalares. Sem menosprezar nenhuma área, muito pelo contrário, cada vez mais o mercado é presenteado com centenas de profissional cada vez mais qualificado, o curso Gestão Hospitalar vem gerenciar a parte complexa das atividades dentro das instituições de saúde, adquirindo autonomia no processo de aquisição e disseminação do conhecimento para ser um agente multiplicador apto a resolver as questões internas e externas. Seja no setor privado ou clinicas medicas, laboratório de análises clínica, o profissional que realizou o curso Gestão Hospitalar torna-se extremamente importante para a organização e para o planejamento de um hospital, pois é neles que as pessoas procuram a cura e ou até a salvação de suas vidas. O curso Gestão Hospitalar permite que o profissional se integre dos problemas de saúde, tanto que há aulas de políticas de saúde e humanização, hotelaria hospitalar. Dependendo da instituição, o curso tem duração media de até dois anos e meio. O profissional receberá qualificação necessária para atuar nas organizações hospitalares, de acordo com princípios éticos e fundamentais para o bom desempenho em prol da evolução do sistema de saúde e das funções e papeis do hospital.




importância das pessoas na organização

importância das pessoas na organização

As pessoas são de extrema importância para o sucesso de uma organização, são elas que gerenciam e comandam a empresa, são elas que executam, controlam atividades e processos, são as pessoas também que consomem os produtos de uma determinada empresa. Alguns autores afirmam que a empresa é um organismo vivo, pois a dependência e influência das pessoas são enormes, é por esse motivo que deve ser dada atenção especial ao desenvolvimento dos fatores humanos na empresa com o propósito de aproveitar o talento dessas pessoas nas mais diversas atividades da organização. Administrar pessoas significa governar aquilo que elas fazem como participantes da organização, sendo que é justamente por meio das ações que é possível formular e atingir objetivos organizacionais. Gerir pessoas em contextos de trabalho significa controlar os fatores que interferem na qualidade de trabalho e de vida dos funcionários, não no sentido de manipulação de sua conduta, mas no sentido de identificar as melhores condições para cada tipo de serviço, as competências necessárias a serem desenvolvidas, os fatores que motivam os trabalhadores, os recursos e as estruturas necessárias para a execução das atividades. As pessoas querem participar do que acontece a sua volta, principalmente quando envolve o seu trabalho. O ser humano tem necessidade de participação, assim como o vestir e o comer, uma necessidade básica, primária do homem social. É possível a utilização da participação das pessoas na organização como instrumento ou ferramenta de solução de problemas em diversas situações e em diferentes tipos de grupo. Mas, a importância da participação vai muito além do seu aspecto utilitário para obter resultados práticos para o grupo. De acordo com Bordenave (1995, p. 16): "A participação é o caminho natural para o homem exprimir sua tendência inata de realizar, fazer coisas, afirmar-se a si mesmo e dominar a natureza e o mundo. Além disso, sua prática envolve a satisfação de outras necessidades não menos básicas, tais como a interação com os demais homens, autoexpressão, o desenvolvimento do pensamento reflexivo, o prazer de criar e recriar coisas, e, ainda, a valorização de si mesmo pelos outros". Desta forma, é essencial a participação das pessoas nas tarefas da organização, principalmente quando se trata das atividades com as quais o indivíduo está diretamente vinculado. As organizações estão cada vez mais reconhecendo que o fator humano é fundamental ao bom funcionamento dos processos. E que os investimentos em atividades que melhorem o bem-estar do funcionário, o clima organizacional, a capacitação profissional, terão retorno positivo. Funcionários motivados trabalham mais e melhor, geram produtividade e lucro para a empresa, além de serem fatores importantes para retenção e atração de talentos. Para Filho (2007, p. 32): “A mão de obra deixou de ser considerada como um simples recurso ou insumo dos processos produtivos e passou a ser valorizada, pois é ela que tem a responsabilidade de gerenciar ações empresariais”. São as pessoas que promovem as transformações necessárias, estabelecem os limites e as potencialidades das empresas e tomam as decisões que conduzem a organização rumo ao sucesso.




comunicador competente

comunicador competente

A comunicação pode ser definida como um processo transacional, no qual os participantes criam um relacionamento ao enviarem e receberem mensagens. A Competência comunicativa é a capacidade de conseguir dos outros, aquilo que você procura, mantendo o relacionamento em termos aceitáveis para todas as partes. Essa competência é aprendida e varia de acordo com as circunstâncias. No Call Center é necessário que o teleoperador desenvolva essa competência comunicativa e assuma o compromisso de se comunicar com sucesso. O teleoperador deve está apto para entender os pontos de vista do cliente e analisar uma situação de diferentes maneiras, ou seja, deve ser capaz de escolher o melhor comportamento para uma determinada situação. Portanto, para você se tornar um comunicador competente deve desenvolver as seguintes habilidades: • Expressar-se bem e fazer a diferença; • Capacidade de entreter o ouvinte • Adaptar-se a diferentes ambientes; • Saber escutar o outro; • Ajustar o feedback na conversação.


O que você encontra no QueroBarato!

Milhões de produtos das melhores lojas

Maiores lojas do Brasil são mais 100 opções

Centenas de Cupons com ótimos descontos

Informações atualizadas de todos os produtos

Quer receber novidades, cupons e ofertas exclusivas?

subir

Pesquise no QueroBarato! e compre diretamente nas maiores lojas do Brasil